Desafios da vida, você aceita?

Contos de Histórias infantis e a nossa realidade
July 27, 2018
Desenvolvimento Humano; uma arte para quem gosta de pessoas
July 27, 2018

Desafios da vida, você aceita?


Sou contratada por empresas para “ajudar” os seus profissionais, geralmente gestores. O foco das empresas basicamente é o mesmo; tecnicamente o profissional é excelente, entende muito sobre o seu negócio, no entanto suas atitudes atrapalham a sua performance e de sua equipe. Muitas vezes, perdem pessoas da equipe por conta de atitudes tomadas pelo gestor.

Certa vez, fui chamada pelo RH e pelo Ceo para alinharmos o que seria trabalhado com um de seus gestores. O que me chamou a atenção, foi que eles achavam que ele talvez precisasse fazer além do Coaching, uma terapia. Começaram a descrever o que estava atrapalhando a performance desse diretor, discordei que o caso dele seria terapia. O fato era que ele precisava de motivação interna para continuar a se desenvolver. Diante de tantas responsabilidades e enorme quantidade de trabalho, estava trabalhando muito e com pouca performance. Estava passando por uma guerra pessoal interna.

Iniciamos então o processo de Coaching deste gestor. Já na primeira sessão ficou nítido que precisávamos trabalhar sua autoestima. Na verdade, ele era bastante seguro, no entanto, perdeu o rumo que estava caminhando em seu trabalho. O processo de coaching ajudou-o a estabelecer o foco e desafiar algumas crenças que estavam limitando seu desempenho o que estava refletindo em sua equipe.

Iniciei um outro processo com um diretor de uma empresa multinacional, onde seu comportamento como líder estava beirando a loucura de toda sua equipe. Seu autoritarismo e egocentrismo era tão acentuado que o medo entre a equipe já havia se tornando lugar comum. O foco decidido para trabalharmos no processo era relacionamento. Logo no início ele percebeu que necessitava melhorar seu comportamento ou estaria fora da empresa.

Em um outro processo, o gestor, era apontado como um líder sem pulso e pouca autoridade. Liderava uma equipe de 20 pessoas direta e 15 pessoas indiretamente.  Em uma pesquisa feita com todos, a visão que tinham era a insegurança de seu gestor. Foi apontado para trabalhar sua liderança no coaching.

Esses são alguns exemplos de processos de desenvolvimento que participei como Coach, onde o ponto em comum entre todos para dar certo, é sentir e aceitar o que deve ser trabalhado. Para que se tenha qualquer mudança é primordial se perceber, independente do que as pessoas falem para você. O segundo passo é aceitar quais mudanças são necessárias.

Nestes processos que citei, todos conseguiram atingir os objetivos propostos com aumento significativo de performance. A qualidade de vida de todos aumentou, as atitudes e tomadas de decisão se tornaram mais ponderadas e assertivas.

Para o processo de desenvolvimento acontecer e alcançar o resultado desejado é necessário compromisso consigo mesmo.

As pessoas muitas vezes ficam à espera de um milagre, fato que nunca acontece. Colocar a mão na massa e assumir que é necessário melhorar em alguns aspectos é doloroso e desconfortável. Eu mesma, muitas vezes fecho a cara quando sou contrariada ou alguma ideia minha passa despercebida. Consigo trabalhar melhor nestas questões, pois tenho consciência que é necessário baixar a guarda para alcançar qualquer coisa que desejo. Rever questões a todo momento, pode evitar esforços e situações desnecessárias.

Todos os clientes que atendo, conseguem atingir os resultados definidos e desejados pois, consigo fazer com que pensem no que realmente desejam para suas vidas e que isso demanda acordar e BÚUU, comece a agir a seu favor!

Deixo claro desde o início, que aceitar os pontos a serem melhorados é o começo para formarmos uma parceria duradoura. Sem essa aceitação, nada feito, sem processo de coaching. A metodologia Coaching é feita para ajudar qual a melhor maneira para se alcançar a excelência no resultado.  Simples, falaremos durante todo processo sobre o seu comportamento em lidar com as diversas situações que a vida lhe impõe e que você aceita. Interessante dizer que você impõe o tempo todo suas vontades aos outros e a você mesmo.

Sabe o mais bacana disso tudo, é acompanhar sessão a sessão toda a evolução de cada cliente, cada conquista, cada esforço suado, cada insight, cada um enxergando de forma mais ampla e menos egoísta o como pode melhorar, cada sorriso que aparece quando percebe coisas, que antes estavam perdidos, cada demonstração de intensa felicidade ao perceber que tudo foi conquistado porque resolveu se aceitar e enxergar que estava precisando de ajuda para raciocinar e colocar toda a bagunça em ordem.

É reconfortante poder fazer parte de grandes mudanças e início de novas fases na vida das pessoas.

Reserve um tempo para você pensar sobre sua vida e de que maneira está conduzindo seus passos. Já se perguntou de que forma toma suas decisões e como suas atitudes refletem nos outros e em sua vida? Todos nós estamos em constante desenvolvimento e evolução; perceber os pontos que precisam de ajuste tornam a vida mais leve e menos estressante.

“ Tomar decisão é decidir o quanto deseja encarar as consequências. ”

 

Daniela Mello Ferreira

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *